segunda-feira, 17 de maio de 2010

Píntin-Portomarin

16/05/09

Saí no escuro...seis e meia da manhã...iria até Portomarin...34 quilômetros à frente...chegaria às quatro e meia da tarde.


Só para variar amanheceu chovendo...típico da Galícia na primavera...a lente da câmera registrava a precipitação da água.


Margaridas ladeavam a estrada...flores antiquíssimas e delicadas...brancas...símbolo da verdade...da pureza.


Ansiedade era uma emoção incomum no caminho...só estava cansada...preguiça de fotografar com chuva...entrava em Sarria.



Sentia muita serenidade...calma...paz...meu interior estava simplificado...escancarava alegria...e toca subir a escadaria!

 

Grafitagem nos muros do caminho...muito diferente do que se via em meu país...em minha cidade.



Sarria era uma cidade simpática...o cedro...símbolo da vida...da força...da longevidade...olhava-a reverente.


Passei pelo Convento de La Magdalena...do século XIII...abrigou muitos peregrinos na Idade Média.

PEREGRINO vem do latim..."per aegros...aquele que atravessa os campos"...havíamos pisado numerosas pradarias desde a França. 


Nesse momento parou um ônibus...desceram muitas pessoas...excursão de peregrinos...fariam os últimos 100 quilômetros do Caminho.

Sacaram seus "paráguas"...partiram felizes...desejei-lhes "buen camino"...nem me notaram...estavam agitados.


Mais um trecho pela floresta...nosso sossego acabava...a proximidade de Santiago traria muita gente ao caminho. 


Parei numa área de descanso...tudo moderno...cantos gregorianos animavam quem estava cansado..."un euro por un café con leche".


Também existiam "pichadores" aqui...faltava muito pouco agora.

Percebia que estava no meu limite...exausta não conseguia parar de caminhar...o metabolismo estava em frangalhos...sentia-me feliz sim!


A chuva castigava...muitos tratores na zona rural...os condutores acenavam...ofereciam carona...recusávamos.


Nesse local dei-me conta que havia esquecido a câmera...voltei dois quilômetros...contra o fluxo...estranhavam.

Não podia perder TUDO que havia registrado...ela estava lá...nas mãos de outro peregrino...ele admirava minhas imagens...vibrei com o achado.


Mais gado...branco e preto...um time de futebol no gramado...mesmo odor de excremento da véspera...azedo...adocicado.


A Portomarin antiga...do século IX...foi inundada pela represa Belesar...em 1962.



Só era visível quando as águas baixavam...não a veria com o dilúvio que acontecia nos últimos dias.



Cruzei o rio Miño pela ponte de pedestres e carros...100 metros de altura...estava gelada...não era medo...ventava...era frio.



Na cabine telefônica tomei muita chuva...perdi todos os "emails" dos amigos peregrinos...na enxurrada...PENA!



Na "suíte" do Hotel Villajardin não precisaria mais deixar tudo em ordem...não mais "abre-fecha" de mochila...não cortaria mais as unhas do pé na frente de ninguém.

Liberdade...privacidade total...secaria o meu  pouco que era  tudo em cabides...um luxo!



Dizia-se que todos os monumentos foram desconstruídos...um a um...tijolos numerados...transferidos para a parte alta de Portomarin...reconstruídos depois.

A Iglesia de San Juan...românica...do século XII...é um desses bons exemplos de preservação da cultura e história.


A "pequeña señora" quis tirar uma foto comigo...para que eu levasse a Santiago...ela sentia-se "vieja" para "hacer el camino".'


Nessa mesa dividimos nossas dores e multiplicamos nossas alegrias...uma "santa ceia" cujo pão e  vinho foram nossa felicidade...nossa amizade. 


Combinamos de chegar juntos a Santiago...no mesmo dia...será que daria?

6 Comentários:

Anonymous Lelia Abdelnur disse...

Querida Leila

Estou lendo e adorando, ja mandei 2x esse comentario e nao chegou, espero que tenha recebido este daqui

Beijo!

29 de maio de 2010 14:23  
Blogger Leila Liz disse...

Minha tia e madrinha tão querida..que surpresa deliciosa ter a senhora aqui!
Mulher forte...corajosa...peregrina da vida...internauta moderna...exemplo de vida.
Receba um beijo da afilhada saudosa.

29 de maio de 2010 15:25  
Anonymous Anônimo disse...

Caríssima Peregrina Leila,
Como faço com frequência, leio tudo sobre o Caminho. Encontrei no teu blog muita emoção ao reviver as très vezes que por andei. Teu trabalho está ótimo. Repito adorei. Gostaria de contribuir informando-te sobre o nome da Igreja de Portomarin. No blog consta "Iglesia de San Juan". O quanto sei o nome é " Iglesia Fortaleza de San Nicolás", inclusive o Guia El Camino assim o descreve. Ultreia e Suzeia. Peregrino Silveira

24 de outubro de 2010 20:53  
Blogger Leila Liz disse...

Caríssimo Peregrino Silveira,
Muito obrigada pela visita...sou grata pela informação...mas acredito que falamos da mesma "igrexa".
A Iglesia de San Juan pertenceu primeiro à antiga Ordem de San Juan de Jerusalém...depois pertenceu à Ordem de Santiago quando passou a chamar-se San Nicolás...e bem depois à Ordem de Malta.
Penso que depois da inundação a confusão seja natural.
A senhorinha que aparece na foto comigo chamou-a de San Juan por isso dei o crédito à antiga moradora de Portomarin.
Sinto profunda alegria em saber que recordar trouxe emoções a esse coração peregrino do Caminho.
Ulteya e Suseya...para sempre!

25 de outubro de 2010 22:03  
Anonymous Anônimo disse...

Amiga, qta coisa bonita, hein !!
Gosto do seu modo de escrever, leve, solto, descontraido.
Adorei a foto dentro do mercado com a "senhorinha"..... voltei ao caminho, relembrando qdo fazia compras... marcas desconhecidas, alguns produtos diferentes do nosso... que saudade!!
Ontem, dia 17, completou dois anos, que parti de SPaulo, para fazer a Via Tolosana !!
O tempo passa mto rapido !!

Mas me diga uma coisa: onde vc esqueceu a máquina de fotos, na rua ???

Uauuuu.... minha amiga, que foi comigo em 2011, deletou, por engano, todas as fotos da maquina, e já ia lá, mais de 10 dias.... ela ficou arrasada...... mas são coisas do caminho, né !!!!

bjossss

jurema

18 de maio de 2013 13:06  
Blogger Leila Liz disse...

Jurema!!!!!...que bom ver você por aqui de novo!
Esqueci a câmera numa "bodeguita" onde parei para um café...deixei-a sobre a mesa quando estava me aprumando com a mochila...conversava com um casal de peregrinos "gays" e me distraí.
Voltei com o coração aos pulos...o peregrino me devolveu admirado com minha "escolha" de cenários para fotos...você já percebeu como cada um vê o Caminho de um jeito diferente?
E você quando retorna?!?!?...beijo grande querida.

18 de maio de 2013 16:16  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial